Calulu de Peixe num hotel de cinco estrelas em Luanda

In Features, Hotels, Mutamba, Restaurants by Luanda Nightlife1 Comment

O Calulu é um dos pratos mais típicos de Angola, misturando o peixo seco e o fresco e vários legumes, tudo à venda pelas ruas de Luanda, como conta à Lusa o ‘chef’ angolano Bruno Caetano.

“É um prato que serve para mostrar o muito peixe fresco que temos aqui à volta, no nosso mar, e o que as pessoas fazem quando o consumo não é imediato, em que o secam e o salgam”, explica o homem que desde 2012 lidera a cozinha do restaurante Terrakota, do hotel Epic Sana Luanda.

Por entre a azáfama daquela cozinha, que apoia o hotel de cinco estrelas e serve mais de 70 refeições diárias com o que de melhor se confecciona em Luanda, Bruno Caetano justifica a escolha pessoal pelo Calulu de Peixe como prato símbolo de Angola pelo intenso sabor a mar e com a facilidade de encontrar os ingredientes, tipicamente angolanos.

“É tudo muito da terra, vamos à rua, aos mercados, e compramos estas coisas todas às mulheres que estão a vender. É tudo daqui”, aponta, enquanto finaliza o Calulu, para duas pessoas, utilizando garoupa fresca e corvina demolhada.

E se o peixe é figura central neste prato, à mesma mesa não podia faltar o tradicional funge de milho de Angola.

“Juntamos os dois peixes dá um sabor final muito bom, muito agradável, entre o seco e o fresco”, remata o ‘chef’ do Epic Sana Luanda, sem deixar outra sugestão: “Em Angola temos muita e boa cerveja. Acompanha muito bem com este prato”.

Leia o resto do artigo no portal da Lusa

Comments

  1. Pingback: Quiabo, calulu e carimbo e a marca angolana noutras línguas do mundo | ANGONOMICS

Leave a Comment