Restaurante A Grelha: Qualidade, Quantidade e Arte

In Angolan, Features, Mutamba, Portuguese, Puxado / Upmarket $$$, Restaurants by Luanda Nightlife1 Comment

Publi-Reportagem Sponsored Content

O recém-aberto restaurante A Grelha na baixa de Luanda é uma surpresa impressionante. Por trás de uma entrada discreta na Rua da Missão encontra-se um espaço que celebra a arte angolana e a arte de bem grelhar carnes e peixes da nossa terra.

Por Lula Ahrens

_DSC3514_3000x2000

Durante o nosso jantar na Grelha, uma coisa ficou muito clara: as pessoas por detrás deste espaço não só são inteligentes como também têm muito bom gosto. A Grelha tem todos os ingredientes que as pessoas poderiam desejar – e não falamos apenas da comida.

_DSC3522_3000x2000

Depois de subir as escadas após a entrada na Rua da Missão, passamos pelo área do bar, decorado com chapa de zinco e com diversas luzes no tecto, depois pela exposição de peixe fresco e carne por grelhar, e ainda por armários repletos de vinhos de várias categorias e preços.

_DSC3532_3000x2003

Mas o que nos segura mesmo a atenção é o mural artístico que preenche uma parede inteira do espaço, concebida e desenha por artistas locais incluindo o conhecido Nelo Teixiera; duas paredes do restaurante, incluindo uma da sala VIP (que pode ser reservada para almoços e jantares privados para até 12 pessoas), são decoradas com peças de Guilherme Mampuya.

IMG_4684

IMG_4615

A decoração interior e mobília do espaço, com as suas cadeiras coloridas, paredes de tijolo exposto e tectos altos de madeira, combinam muito bem com a arte em destaque e dá ao espaço um ambiente único e agradável.

Do lado de fora desta sala de jantar interior há uma ampla esplanada, com mobília de madeira, que pode ser coberta consoante o tempo. Uma das paredes desta área é coberta por uma chapa de zinco e um jardim vertical. É aqui onde encontra-se a enorme grelha que dá nome ao restaurante, bem como um forno a lenha e um longo bar de apoio feito por um contentor.

_DSC3535_3000x2000

O encanto visual d’A Grelha, bem como o atendimento atencioso e a música jazz que toca suavemente pelo restaurante, conferem ao espaço um ambiente relaxado e propenso para noites mais longas. Apetece ficar e ir ficando…

O menu é outro exemplo de pensamento afinado. A Grelha serve uma fantástica escolha de peixes e carnes grelhadas de alta qualidade; estes pratos, com a excepção do bacalhau, bem como as entradas, saladas e sobremesas, são confeccionados exclusivamente com ingredientes locais. É importante realçar que o restaurante também tem a sua própria padaria.

IMG_4626

Se for e quiser ir para além dos vinhos, não esqueça de provar os cocktails da casa, que estão entre as melhores da cidade.

DCIM100GOPROGOPR2483.

Os preços das entradas ronda os 3.000 AKZ; os pratos de peixe variam entre os 6.000 aos 9.200 AKZ e as carnes variam entre os 3.900 aos 8.000 AKZ. As porções são enormes: a maioria dos pratos principais servem duas pessoas, ou uma pessoa faminta com um largo apetite.

IMG_4618

A opinião do LNL sobre a comida d’A Grelha

“Quantidade e qualidade.” É assim que o dono português do restaurante, Nelson Rocharte, explicou o conceito d’A Grelha ao LNL.

Estava certíssimo. Para as entradas, escolhemos as Gambas ao Alho com Perfume de Gengibre e Caxinde, que veio em porções enormes, e as lindamente saborosas Ameijoas à moda da casa, servidas novamente em porções mais que generosas.

Acompanhamos estes frutos do mar com um refrescante, elegante e memorável vinho verde português, Royal Palmeira, recomendado pelo gerente Eduardo Lafayette.

Chegou depois o momento dos pratos principais. O peixe escolhido foi um enorme linguado grelhado, coberto num delicioso molho de ervas aromáticas e servido com batas cozida e um prato de grelos salteados; comemos também uma enfumaçada Espetada de Choco com Salada e tubérculos da Terra e a Para o prato de carne, decidimos pelos Secretos de Porco Preto com Migas de Tomate e Crocante de Chouriço, onde o destaque vai naturalmente para a qualidade da carne do porco e as perigosamente apetitosas migas de tomate. Mas não podíamos deixar de lado o suculento Leitão à Bairrada.

_DSC3593_3000x2003

_DSC3564_3000x2003

Outras iguarias que recomendamos com prazer é a Posta de Bacalhau Com Batata a Murro e Grelos e o Costeletão à Moda da Casa, ambos pratos de referência do restaurante.

_DSC3559_3000x2003

Para acompanhar o nosso “banquete” foi-nos servido um maravilhoso e intenso tinto do Douro, o Callabriga, outra excelente recomendação do gerente.

Seria um pecado sair daqui sem provar a sobremesa. Ficamos pela mui saborosa Tarte Folhada de Mação com Gelado de Gengibre e o mousse de kitaba, uma emocionante e levemente picante inovação do chef.

O Rui Sá, chef de cozinha do restaurante A Grelha, tem uma longa e rica carreira preenchida pela sua experiência laboral em Portugal, Alemanha, França e China. Com Nelson Rocharte, um dos donos do espaço, e Eduardo Lafayette, o gerente, compõem uma equipa de sonho. Tiramos o chapéu à eles e à toda equipa d’A Grelha por proporcionarem aos seus clientes uma experiência digna de visitas repetidas.

_DSC3578_3000x2003


Quality, Quantity and Art at A Grelha  

Newly opened A Grelha in downtown Luanda is an impressive surprise. Behind its inconspicuous entrance on Rua da Missão lies a wonderland of Angolan art and delicious, freshly grilled, locally sourced fish and meat.  

By Lula Ahrens

During our dinner at A Grelha, one thing became crystal clear: the brains behind restaurant are very smart indeed. A Grelha has every ingredient diners could possibly wish for, and we’re not only referring to its food.

At the top of the stairs leading up from Rua da Missão, one first passes a funky little bar, an impressive display of freshly caught local fish in an iced vitrine, and a highly appealing cupboard full of wines in all price categories.

The next thing that catches the eye is an intriguing, colorful wall-covering mural by Angolan artist Nelo Teixeira in the inside dining area, and another piece of Angolan art by Guilherme Mampuya on the adjoining wall.

The furniture and coloring of the interior match the artwork to perfection, which gives the place a unique and very pleasant feel.

Right next to this artsy inside area is an equally spacious, half-covered wooden outside terrace. One of its walls is covered in plants, like a garden that has flipped on its side by 90 degrees. The quirky, funky outside bar was built using old steel containers.

La Grelha’s visual appeal, warm service and classic jazz background music gives it a laid-back, inspiring ambience perfect for a prolonged night out.

The menu is another prime example of clever thinking. A Grelha serves a fantastic choice of grilled fish and meat dishes, starters, salads and deserts – all made exclusively with locally sourced ingredients [except the bacalhau]. And that is not all: this restaurant also boasts its very own bakery, traditional wood oven and some of the highest-quality cocktails in town.

Prices for starters average 3000 AKZ; the set fish menu ranges from 6000 AKZ to 9200 AKZ per dish and the set meat menu from 3900 to 8000 AKZ. Please note that portions are incredibly generous. Most mains are large enough for two, unless you have a tremendous appetite.

LNL’s verdict on A Grelha’s food

‘Quality and quantity.’ That’s how Portuguese owner Nelson Rocharte summarized the culinary concept behind A Grelha when talking to LNL.

He hit the nail on the head. Our starters were gigantic ‘Garlic prawns with a perfume of ginger and caxinde [a local herb used to brew tea]’, and a more than generous portion of beautifully flavored ‘Clams from the house’.

They were accompanied by a stunning, elegant and highly memorable Portuguese ‘green’ wine, Royal Palmeira, which had been recommended to us by manager Eduardo Lafayette.

For mains, we tasted a huge grilled, juicy flounder covered in herb paste with whole baby potatoes baked to perfection and a plate of beautiful fresh spinach; a skewer of deliciously smoky grilled cuttlefish with grilled onion and paprika; crunchy grilled strips of black pork with a dangerously yummy polenta made of bread and sausage; succulent oven-baked piglet in a delicious jus; a humongous piece of bacalhau drenched in olive oil and garlic sauce; and a gigantic ‘Steak chop of the house’ served on a round wooden board with grilled potatoes, chunks of eggplant and courgette.

We were served a beautiful, intense red Portuguese Douro wine, ‘Callabriga’ with the mains following the manager’s recommendation, which again was an excellent choice.

For desert, we tried an intensely flavorsome, delightful ‘Apple tart with ice cream’ and ‘Kitaba Mousse,’ an exciting, light mousse made of peanuts and cream with a hint of spicy gindungo.

Chef de cuisine Rui Sá, who has a long track record of culinary experience in Portugal, Germany, France and China, owner Nelson Rocharte and manager Eduardo Lafayette are a dream team. We take our hats off to them for providing everything their guests could possibly wish for, and more.

A Grelha
Rua da Missão N° 7 (por cima da agência do Banco Sol da Mutamba e ao lado da Sonangol Distribuidora)
Mutamba, Luanda
Tel: +244 932 732 666
www.agrelha-ao.com
geral@agrelha-ao.com

Comments

comments