Naquele Lugar: para quando a realização do seu enorme potencial?

In Angolan, Cidade Alta, Puxado / Upmarket $$$, Restaurants, Steakhouse by Luanda Nightlife2 Comments

O Naquele Lugar, também conhecido como ‘Restaurante da Fortaleza’, atingiu um estatuto quase que lendário em Luanda. Era particularmente popular entre a comunidade estrangeira de Luanda, talvez pelo perfil histórico deste edifício e o romantismo do seu declínio parcial. Com o agravamento da crise económica, o Restaurante Fortaleza luta para ainda assim conseguir corresponder às expectativas.

Por Lula Ahrens

O Restaurante Naquele Lugar fica mesmo ao lado da Fortaleza de Luanda, dentro de uma antiga casa branca decorada com bom gosto e que ainda mantém a sua peculiaridade e beleza singular. É cercada por jardins tropicals, que desbravam pelo morro afora em três ‘camadas’. No passado, o restaurante atraía multidões de clientes regulares devido ao seu bife à pimenta, provavelmente o melhor da cidade. Parte do segredo dos pratos de bife do Naquele Lugar está nos molhos: são decididamente deliciosos e cremosos, com um maravilhoso sabor a alho, e servidos de forma abundante; a outra parte do segredo está na qualidade da carne usada. Entre os nossos molhos preferidos estão seguramente os de pimenta e cogumelos, pois têm um certo je ne sais quoi viciante que só encontramos neste lugar lendário e que fazem com que os clientes voltem repetidas vezes.

IMG_5308

O mesmo pode ser dito acerca do ambiente deste lugar. Os jardins tropicais, iluminados de forma ténue, são um palco espectacular para festas e eventos, e a área por baixo do espaço do restaurante é frequentemente alugada para estes fins.

O atendimento é natural e suficientemente amigável para pessoas sem muitas expectativas. O restaurante tem uma seleção de vinhos limitada mas aceitável; não tem lista, por isso os clientes escolhem o vinho à mão.

IMG_5294

A crise económica

Ao longo dos últimos meses, o Fortaleza tem sido claramente afectado pela crise económica que assola o país. Em tempos idos, o restaurante estava sempre abarrotado. Fazer reserva com antecedência era quase que obrigatório, e nos fins de semana era comum esperar até a meia-noite para os pratos serem finalmente servidos. Hoje em dia, o restaurante está quase sempre vazio. A qualidade e disponibilidade dos itens no menu é aleatória: hoje tem, na próxima semana não. Hoje não tem, amanhã tem. Até a salada de tomate com queijo e o paté de tuna, que eram sempre servidos como couvert, já não são garantidos, para a amarga decepção dos seus fãs.

Contudo, na noite de quarta-feira em que este artigo foi escrito, várias mesas estavam ocupadas. O couvert estava de volta e a qualidade dos pratos principais lembrava os dias dourados deste espaço. Parecia que nada mudou desde os bons velhos tempos, menos o tamanho cada vez mais pequeno dos bifes.

IMG_5306

Entradas, pratos principais e sobremesas

As entradas são quase que esquecidas pelos os apaixonados do Naquele Lugar, porque o pessoal prefere guardar espaço para os ricos e deliciosos pratos principais. Mas algumas não deixam de ser boas apostas. Falamos, por exemplo, da beringela no forno recheada com queijo [1900 Kz] e as gambas ao alho [3500 Kz]. A gerência parece perceber os hábitos dos clientes; talvez por isso é frequente ver que metade das entradas no menu estão indisponíveis.

O couvert simples e habitual do Naquele Lugar, uma salada de queijo fresco e tomate, ou ainda o pão com paté de tuna, é um componente indispensável de qualquer refeição neste espaço.

IMG_5284

A maioria dos clientes do Restaurante Fortaleza, como também é conhecido, optam invariavelmente pelo seu famoso bife, mas há outras delícias no menu. O bacalhau com natas [4700 Kz] e o strogonoff [4000 Kz] estão quase no mesmo nível que os bifes. O choco grelhado e a garoupa à Fortaleza [5750 Kz] são pratos cheios de sabor e cor.

IMG_5314

IMG_5315

IMG_5318

Tal como as entradas, as sobremesas também são frequentemente esquecidas pelos que vêm cá comer. Poucas pessoas as pedem devido as porções generosas dos pratos principais, mas em média metade das sobremesas no menu estão disponíveis.

Foi nos dada a escolha de três entre seis sobremesas. Atacar o bolo de chocolate ou o crêpe com maçãs era uma total impossibilidade depois do que fizemos com os pratos principais, por isso optamos pelo mousse de chocolate. Para a nossa surpresa, em vez do mousse de loja que estávamos à espera, fomos presenteados com um mousse caseiro escuro, rico e muito saboroso.

IMG_5320

Com crise ou sem crise, o Fortaleza continua a ser um lugar perigosamente delicioso para amantes de boa comida. Continua a ser ‘aquele lugar’.


Restaurant Naquele Lugar, widely known as ‘Fortaleza’, has reached somewhat of a legendary status in Luanda. It is particularly popular among expats, perhaps due to the building’s historic atmosphere and the romance of its partial decline. Under the economic crisis, Fortaleza struggles to live up to expectations.

By Lula Ahrens

Fortaleza sits right next to Luanda’s colonial fort in a beautiful, quirky and tastefully decorated old white house. It is surrounded by tropical gardens, which drop off a hill in three ‘layers’. This restaurant has been attracting herds of regular clients for a good number of years thanks to its arguably best steak in town. The secret lies largely in the abundant, decadently rich, creamy and garlicky sauces – but not to the detriment of the meat itself, which is top-notch. Especially the pepper and mushroom sauce have an addictive je ne sais quoi to them that is unique to this legendary spot and keeps fans going back for more.

The same can be said of Fortaleza’s general atmosphere. The softly lit tropical gardens make for a spectacular party location, and the part below the dining area is regularly rented out for that purpose.

The service is natural, and friendly enough for people without high standards. The restaurant has a limited but good selection of wines. There is no wine list, so bottles are hand picked by clients themselves.

The economic crisis

Over the last months, Fortaleza has clearly been affected by Angola’s economic crisis. The place used to be filled to the rim. Bookings were a must, and during weekends guests would infamously wait till midnight before meals were finally served.
These days, the restaurant is often largely deserted. The quality and availability of what’s on the menu have become distinctly more unreliable. Even Fortaleza’s signature tomato and tuna pre-starter has regularly been absent, to the bitter disappointment of its fans.

On Wednesday night of this review, however, several tables were occupied. The couvert [pre-starter] and quality of the mains was back in full glory. Nothing seemed to have changed from the olden days, except the decreasing size of the steaks.

Starters, mains and deserts

Starters play a subordinate role among Fortaleza lovers, who tend to save their appetite for the rich and scrumptious mains. Very decent examples are eggplant and cheese from the oven [1900 Kz] and garlic tiger prawns [3500 Kz]. The staff seems to be tuned into guests’ habits, as on average half of the starters on the menu are unavailable.

Fortaleza’s standard, simple pre-starter of sweet tomato and fresh cheese salad, or the bread and yummy tuna paste, on the other hand, is an indispensable component of any Fortaleza meal.

Most of Fortaleza’s guests invariably order its famous steak, but there are plenty other great dishes on the menu. The bacalhau com natas [Portuguese-style codfish with cream and potatoes from the oven] [4700] and beef stroganoff [4000 Kz] are almost in the same realms of delicious decadence. Its grilled cuttlefish and grouper ‘Fortaleza’ [5750 Kz] are full of flavour and colourfully presented.

What goes for Fortaleza’s starters goes for the deserts as well. Few guests order them due to the heaviness and perfection of the mains, and on average half of the deserts on the menu can be ordered.

We were offered a choice between three out of six deserts. Mastering a piece of chocolate cake or crêpe with apples would have been a sheer impossibility after the main, so we shared a chocolate mousse instead. To our surprise, instead of the ready-made version we expected, we were presented with a dark, rich, very tasty homemade mousse.

Economic crisis or not, Fortaleza remains a dangerously delicious place for food lovers.

Naquele Lugar

Address | Endereço: Calçada de S. Miguel, s/n, Cidade Alta (next to Fortaleza de São Miguel aka Luanda Fort)
Cuisine | Cozinha: Angolan, Portuguese
Price | Preço: Average
LNL Rating | Classificação LNL: * * * 
Tel: 923 448 311 | 926 323 958 | 926 322 615 | 924 905 859
Payment: Cash
Specialties | Especialidades: Bife Pimenta, Garoupa
Alcohol: Wine and beer
Reservations accepted? | Aceitam-se Reservas? Sim