À La Karte: Entre os melhores sushis de Luanda – CLOSED

In Fusion, interview, Japanese, Morro Bento, Puxado / Upmarket $$$, Restaurants, Sushi by Luanda NightlifeLeave a Comment

Um artigo VerAngola, parceiro de mídia do LNL

O À La Karte assume-se com um espaço de requinte, onde a cozinha internacional com um toque gourmet é uma das vertentes. No entanto, na maioria das refeições, é o sushi quem dá cartas. Com uma equipa especializada em gastronomia japonesa, o sushi bar, com culinária de fusão, faz as delícias dos angolanos, acompanhando-os numa viagem à descoberta de novos paladares.

Em primeiro lugar, pedia-lhe que explicasse aos nossos leitores o projecto Champagne Lounge e a sua expansão no mercado angolano.

Este projecto surge com a Discoteca Kasta Lounge e com a vertente de catering – fornecimento de refeições a nível empresarial e serviços de eventos: aniversários, casamentos, cocktails, etc. quer a nível individual, quer a nível empresarial. Dois anos depois surgia o À La Karte.

O que é que os inspirou para apostarem num restaurante?

A primeira perspectiva de abertura do À La Karte foi em colmatar as poucas opções de restauração ao redor e juntar o conceito de modernização num espaço verde.

Qual o conceito do À Lá Karte? Que tipo de gastronomia exploram?

É um restaurante gourmet, onde a cozinha internacional tem maior expressão assim como sushibar, com sushi de fusão com bastante adesão. Muitos dizem que é paragem obrigatória para os amantes de sushi da capital angolana.

Porquê? Em que é que marcam pela diferença neste campo?

É efectivamente o que dizem, ser o melhor sushi de Luanda, preocupamo-nos em usar sempre produtos de primeira qualidade e agradar aos que pela primeira vez experimentam estas iguarias e acompanhá-los numa viagem até ao sushi tradicional, que também pode ser aqui apreciado. É habitual a realização de workshops de sushi.

Pode falar-nos sobre esta iniciativa?

Os workshops de sushi são mensais. Somos responsáveis pela expansão e pelo cada vez maior número de adeptos do sushi. Achamos que o passar a informação, o saber, é fortemente positivo, o que leva a esses formandos em sua casa a prepararem sushi para os seus amigos e familiares e estes a iniciarem o seu gosto pelo sushi. Expandimos assim o número de aficionados desta gastronomia japonesa.

Como é a adesão por parte dos angolanos? Nota um grande interesse na gastronomia japonesa?

Imensa. Os angolanos são um povo de mente aberta, com sede de conhecimento de aprender, tanto nos workshops como no restaurante a adesão é extraordinária.

Foram um dos restaurantes convidados a fazerem parte da primeira Luanda Restaurant Week. Que balanço fazem desta semana? Prontos para repetir em 2015?

Para nós esta iniciativa foi saudável, por três motivos. Primeiro pela própria gastronomia em si, come-se muito bem em Luanda, a gastronomia e os profissionais da área estão de parabéns. Em segundo lugar pela promoção do próprio restaurante, sempre chega a outros nichos de mercado que poderiam estar adormecidos e em terceiro lugar pelo objectivo social que teve, em que parte das receitas foram aplicadas em ajudas humanitárias de instituições angolanas.

Leia o resto do artigo no VerAngola

A La Karte VerAngola

Leave a Comment